quinta-feira, 6 de março de 2008

Impressões de Curitiba

No último fim de semana estive em Curitiba para poder encontrar amigos de longa data que ainda não havia tido a oportunidade de encontrar pessoalmente e, claro, conhecer a cidade.

Embora tenha pegado um tempo ensolarado, diferente do esperado, as outras imagens que tinha da capital paranaense acabaram se confirmando: cidade limpa, com muitos parques e praças e tranqüila para andar.

Não pretendo fazer aqui um relato detalhado, mas elenquei alguns dos lugares em que estive, com breves comentários:

  • Museu Oscar Niemeyer - o pessoal lá também chama de "Museu do Olho". Lugar bem amplo, com exposições de vários gêneros artísticos. Na entrada há um piso de vidro que desafia aqueles que têm medo de altura - inclusive esse que bloga.
  • Jardim Botânico - pra quem gosta de campo aberto, verde, caminhada, ou ainda, de um piquenique, esse é o lugar.
  • Museu do Expedicionário - preserva a memória da participação brasileira, principalmente paranaense, na Segunda Guerra. Ali eu finalmente consegui ver pessoalmente os armamentos, equipamentos e uniformes utilizados no conflito.
  • Boa Mesa - restaurante pequeno, mas com um ambiente bem familiar e agradável, daqueles em que o dono conhece os clientes pelo nome e conversa com todos.
  • Madalosso - o maior restaurante do Brasil, e segundo do mundo, impressiona pela grandiosidade de tudo, do número de salões, mesas e garçons, à quantidade de comida servida.
  • Joe Banana's - um rodízio de batata suíça em ambiente decorado com fotos de filmes de máfia demanda o trocadilho: "É batata!"
  • Calabouço - após passar por um portão elevadiço arriado e descer uma rampa íngrime, você estará em uma pizzaria com temática medieval.
  • Largo da Ordem - vale a pena visitar a "feirinha" que acontece todos os domingos, das 9h às 14h. Antigüidades, livros, LPs, roupas, artesanatos, obras de arte... Só pra citar algumas das coisas que é possível encontrar lá.
  • Rua XV de Novembro - calçadão bem extenso, com lojas diversas e vários tipos curiosos. Lá pro final, próximo à praça, alguns artistas exibem e vendem seus trabalhos.

Pra concluir, posso afirmar que Curitiba é uma cidade muito agradável, que tenho intenção de voltar a visitar num futuro próximo.

Meus efusivos agradecimentos aos amigos cicerones Raquel e Gustavo.

4 comentários :

Raquel disse...

Este post poderia ser entitulado "Lugares Preferidos da Raquel em Curitiba"! Que bom que você gostou daqui, assim você pode voltar :)

Você só se esqueceu de falar da Balaroti, a loja de materiais de construção... hahah

Khristofferson Silveira disse...

Ah, mas um lugar assim tão divertido não pode ser muito divulgado, senão enche muito e vira point. :P

Israel disse...

Uai... E o tal restaurante Ucraniano ?

Khristofferson Silveira disse...

Fiquei só na vontade. Mas, pensando bem... Quem ia querer comer borsch?