segunda-feira, 7 de maio de 2007

Seu nome era Enéas!



Foi-se o Enéas, homem de axiomática reputação escorreita e de inconcussa atuação no cenário político, que invadia nosso televisor com imagem aguerrida e tersa e não demonstrava falta de verve, mesmo quando era conspícua a fragilidade de sua saúde.

Espero que seu esforço hercúleo na política seja profícuo e que não seja eivado por asseclas de reputação tacanha para biltres diatribes.

Um comentário :

Luiz César disse...

Amém!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Vai deixar saudades, =~~

Abraços, hermano!!