segunda-feira, 20 de novembro de 2006

IHC 2006 - Segundo dia

Devido a algumas dificuldade para conseguir um computador ontem - e de uma certa falta de disposição de ir a uma lan house, confesso -, não pude publicar a conclusão do post anterior.

O mini-curso realmente valeu bastante a pena. Foram apresentados algumas práticas de Design Inclusivo utilizadas na UNICAMP que trazem os alunos para o processo de redesign dos sites institucionais. Iinclusive alunos com deficiência.

Um tópico novo para mim surgiu durante o momento: Semiótica Organizacional. Pelo que pude ver, acredito que há muita coisa interessante para conhecer nesta área. Tanto na esfera da teoria quanto da aplicação prática.


Hoje, segunda-feira, o local está mais movimentado, uma vez que teremos também apresentações de trabalhos - não apenas mini-cursos, como ontem.

O dia começou com a abertura oficial do evento, a palestra da professora Bonnie Nardi, da Universidade da California, sobre as relações interativas entre os usuários do MMORPG World of Warcraft.

Apesar da falta de tradução simultânea - o que para um evento deste porte talvez seja um deslize -, a palestra foi de fácil entendimento, já que a professora não falava atropeladamente, como alguns palestrantes estrangeiros em outros eventos.

Para dizer a verdade, senti mais dificuldade em entender as perguntas feitas em inglês pelos participantes.


Após o encerramento teve início o segundo mini-curso do qual estou participando: Personalização de Páginas Web através dos Sistemas de Recomendação, ministrado por Eliseo Berni Reategui, Sílvio César Cazella e Fernando Osório.


Mais informações em breve. Agora vou almoçar porque ninguém é de ferro e a vista é excelente:





Update:

Na parte da tarde continuei participando do mini-curso que foi bastante interessante, abordando a questão de como oferecer páginas mais personalizadas fazendo uso do recurso de recomendação baseado em várias técnicas, dentre as quais está a de definição de perfis de usuários, para identificação dos hábitos de consumo, que permitem uma recomendação mais eficiente. Uma forma de fazer isso é fazendo uso de data mining para percepção dos perfis.

Estas técncias são muito usadas em sites de e-commerce, tendo a Amazon um grande destaque pelo nível em que se e encontra nesse campo, mas sem esquecer de sites nacionais como Americanas e Submarino.

Contudo, uma outra aplicação possível para a técnica é a de recomendação de indivíduos em sistemas de comunidades, através da identificação de interesses e objetivos afins. Esta é, inclusive, a linha de trabalho do Sílvio César Cazella, que estava ministrando o mini-curso, ao lado do Eliseo Berni Reategui, que trabalha em uma linha interessante do uso de assistentes virtuais para recomendações.

Sem dúvida alguma esse foi um mini-curso que valeu bastante pelos novos conhecimentos que agregou e para os quais despertou o interesse.

Uma vez que participei dele durante todo o dia, não foi possível assistir a trabalhos apresentados ao longo de sua duração.


Mais uma vez, como ninguém é de ferro, o dia encerrou com um evento patrocinado pelo Google.

Um comentário :

Kildare disse...

tsk tsk tsk, só na vida mansa heim, fazendo cursinho em hotel na beira da praia em Natal, e eu aqui estudando pra prova...