quinta-feira, 31 de agosto de 2006

Dia do Blog

Depois do Dia da Internet, agora é a vez do Dia do Blog. A dica é do Mario Cavalcanti, na (agitadíssima) Blogosfera.

A idéia é que os blogueiros indiquem 5 blogs que achem interessantes e, de preferência, não muito conhecidos.

Acho essa uma boa forma de aumentar a visita de alguns blogs que merecem e, apesar da minha já citada dificuldade para fazer listas, aqui vai:

  1. João Lenjob - Pra quem curte poesia, recomendo uma visita no blog desse poeta mineiro.
  2. Horácio Soares - Quer novidades em Acessibilidade na Web? Dê uma passada aqui. Aproveite para conferir os outros assuntos também.
  3. Retratismo do Cotidiano - Blog do César Cardoso, comparsa nos trabalhos desde a faculdade. Vale a visita e leitura de alguns de seus comentários e crônicas sobre o cotidiano.
  4. Kafé Roceiro - Todo dia tem cinema, notícia, imagem, citação e piada. Tudo com sotaque do interior.
  5. Cérebro Criativo - Pra quem trabalha com publicidade ou apenas curte peças e ações diferentes, aqui é possível conhecer algumas.
Curioso que todos eles estão no Blogger, mas isso foi apenas coincidência.

Aproveito para avisar que o blogroll em breve será expandido. Muita coisa legal apareceu já há algum tempo e, embora esteja acompanhando, ainda não foi pra lá.

Essa foi inesperada

Acessando o site das Americanas às 18h41 de hoje eu esperava por isso:



Mas confesso que ri bastante quando vi isso:


Acontece nas melhores famílias... :)

sexta-feira, 25 de agosto de 2006

As vacas dos cardeais

Previsão é algo que tem muitas chances de dar errado, mas na brincadeira acertei uma, quando disse em um post anterior que depois do blog do Dirceu só faltava o blog do Jefferson. Pois agora não falta mais.

O Dirceu estreou o dele no dia primeiro de agosto, fiz o post no dia oito e no dia treze estreava o blog do Bob Jeff.

Cheguei a fazer uma pesquisa antes de escrever, mas como não havia achado fiz a piadinha dos trackbacks. Tanto que fiquei surpreso quando vi a mensagem da Pollyana Ferrari, na lista Blogosfera, falando a respeito do blog do presidente do Irã e citando o blog do Jefferson.

O fato é que cheguei a pensar que não passava de um hoax, talvez para cutucar o blog adversário. Mas pelo tom dos posts e pelo WHOIS que identificou uma empresa de Petrópolis como responsável pelo domínio, percebi que o negócio é de verdade, uma vez que a cidade imperial é seu reduto político.

(Nota: Eu ia escrever percebi que o negócio é sério, mas por questões de (in)coerência, resolvi mudar a redação.)

Falando em político, é interessante ler as descrições que os dois fazem de si, em seus respectivos blogs, e comparar os temas das postagens de ambos, que são diametralmente opostos.

Com certeza não escrevi isso daqui para comprovar meus poderes mediúnicos, mas sim para reforçar o que todos sabem sobre a falsa e opaca cena política brasileira, recheada de eminências pardas: tá complicada. Ainda mais quando eles aparentam estar descobrindo agumas possibilidades oferecidas pela internet.

Mas daí a entender de fato o que é a internet, é exigir demais das mentes políticas arraigadas no coronelismo, autoritarismo e nos currais eleitorais e eletrônicos. Eles não compreendem que a internet dá asas ao gado, para poder voar por cima da cerca.

Aliás, vocês sabem porque as vacas não têm asas, não é?

quinta-feira, 17 de agosto de 2006

Lista Blogosfera

Entrei na lista Blogosfera, criada por inicativa do Fabio Seixas, e estou impressionado com o volume de mensagens que está circulando por lá e a quantidade de assuntos discutindo.

Neste instante a lista tem 8 dias de existência, mas já conta com 167 membros e 768 mensagens já enviadas.

Isso prova que a Blogosfera está passando por uma auto-análise e está buscando uma identidade.

Se você tem um blog, recomendo que participe.

Publicações estrangeiras listam sites legais, úteis e mais influentes

Essa história de lista sempre gera polêmica. Alguém sempre vai clamar um injustiçado ou aclamar um dos listados. Mas sempre tem alguém para fazê-las.

Desta vez foi a Time Magazine que arriscou, como nos anos anteriores (2003, 2004 e 2005), listar os 50 websites mais legais e, de quebra, os 25 sites sem os quais não podemos viver.

Além dela, o The Guardian publicou uma lista dos 15 sites que mudaram o mundo, segundo vi lá no Caparica.

Todas as três listas estão bem interessantes e comentadas. Mas vale lembrar que são de uma revista note-americana e de um jornal inglês e que, portanto, podem ter visões diferentes das nossas.

Quanto a mim, já tentei várias vezes fazer listas de preferências sobre qualquer tema, mas é sempre uma tortura. Ver John Cusack fazer isso com naturalidade em "Alta fidelidade" irrita.

segunda-feira, 14 de agosto de 2006

O paradoxo iraniano

Paradoxal: Essa é a primeira palavra que me veio à mente quando fiquei sabendo, através do César, que o presidente do Irã resolveu cair na rede e blogar.

Primeiro porque, como diz a reportagem citada, ele nunca teve nada a ver com a Internet e até falava mal de jornalistas e blogueiros antes de virar presidente.

Segundo porque ele é a figura que representa o governo iraniano que, ao lado do chinês, realiza os maiores avanços na censura da internet, mas que usa uma ferramenta idealizada para tornar a publicação de informações mais fácil e acessível até mesmo a usuários com pouco conhecimento técnico.

Ou seja, pegue um sujeito que não gosta de jornalistas, blogueiros e liberdade de informação; o coloque à frente de um governo que pratica a censura implacavelmente e lhe dê uma ferramenta que facilita a publicação da informação para que possa falar o que quiser contra ou a favor de quem quiser e terá aí mais uma das incoerências e paradoxos do Oriente Médio.

Algumas delas até foram citadas pelo Bill Ward, baterista do Black Sabbath.

Independente disso o site teve de sexta-feira até segunda de manhã mais de 12 mil visitas.


Até pensei em reaproveitar a piada do post anterior e dizer que o negócio agora é esperar o Bush criar um blog para ambos passarem a conversar por trackbacks porque eles precisariam fazer isso com muitos presidentes e premieres. O que não deixa de ser uma boa idéia para o relacionamento transparente global ;)

Mas já vou logo dizendo que se o Fidel Castro se recuperar e soubder disso daí é bem capaz de querer fazer o mesmo. Agora imaginem que se o primeiro post do colega iraniano teve mais de 2 mil palavras, quantas terá o do eloqüente comandante?

Um ano de blog

Nesse dia 10 de agosto o blog comemorou 1 ano on-line, mas ainda não há motivos para comemorar, confesso.

Não fiz aqui o que realmente gostaria de ter feito, que é escrever para aprender, como disse lá no início. Mas não foi só aqui.

Foi de um modo geral, já que a época que em resolvi começar esse blog coincidiu com o encerramento da faculdade e isso consumiu muito do meu tempo, inclusive o dedicado a determinadas leituras.

Mas agora que ela terminou a idéia é fazer um esforço e tocar isso daqui pra frente.

Agradeço a toda galera que sempre visitou o blog e àqueles que incentivaram e botaram pilha para eu continuar escrevendo - ou tentando. Principalmente a Raquel, o César e, mais recentemente, o Horácio.

terça-feira, 8 de agosto de 2006

Brog político

Esse ano temos eleição e uma coisa que comenta-se muito é a forma com que se dará o uso da internet por parte dos candidatos.

O que não esperava descobrir era o blog de uma das figuras políticas mais conhecidas do país que não pode se candidatar: José Dirceu.

O blog se dispõe a ser "um espaço democrático de discussão do projeto nacional em desenvolvimento, de reflexão sobre o futuro do país, de disputa política e de expressão da luta social".

Os comentários dos visitantes são moderados antes de irem para o blog, segundo eles, para que não sejam publicados "comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores".

Agora fico esperando o blog do Roberto Jefferson e que ambos passem a usar trackbacks.


Update (25/08/2006): E não é que ele criou um blog mesmo?