segunda-feira, 31 de outubro de 2005

Adoradores do Deus Metal

Embora o foco do blog seja hipermídia, eventualmente vou falar sobre assuntos diferentes. Hoje vou falar um pouco sobre música.

Acho interessante essa arte. Acredito que ela seja a que está mais ligada ao ser humano, até por ser a mais presente no dia-a-dia - pelo menos no meu...

Lembro que a primeira banda de rock com a qual tive contato foi o Skank. Depois dela foram Titãs, Legião Urbana e Guns N' Roses. Bem.. Daí pra frente o gosto foi se abrangindo e veio o Iron Maiden, Led Zeppelin e o - salve, salve! - Black Sabbath. Pronto. Metal pra sempre.

Nos shows e encontros da galera sempre via aqueles sujeitos de preto, camisas de bandas, caras emburradas e spikes que não ouviam nada além de metal. Eram os verdadeiros metaleiros. Daí nasceram os true (ou tr00).

É tudo isso que me vem à mente quando penso agora em o que escrever sobre o novo álbum de uma banda de metal. Mas não é qualquer banda de metal. É a maior e mais true de todas as bandas: MASSACRATION!


Conhecer essa banda foi uma das minhas maiores felicidades, justamente por ser uma banda de caricatura, onde os pontos de esteriotipagem são exagerados.

O visual Judas Priest e a atitude Manowar são fantásticos. Mas não seriam suficientes sem as músicas. Estas são um verdadeiro poço de originalidade.

Nos primeiros sucessos da banda já ficava claro o que eles entendiam por fazer metal no Brasil: embromation! O famoso refrão "Raru-e raru-o", de Metal Massacre Attack e a introdução "All the Nation Stop the punhetation", de Metal Bucetation estão aí para provar, mas podem ser considerados menores, diante de toda a letra de Metal Milkshake.

Já passava da hora dessa banda lançar um CD - embora isso seja mainstream, pois true que é true lança demotape. Este veio agora, com o título de "Gates Of Metal Fried Chicken Of Death" - e com uma capa bem referenciada.

O álbum conta com 13 músicas, entre novas composições e novas gravações dos antigos(?) clássicos. Tudo mantendo a mesma linha de caricatura, ou zoação, se preferir, iniciando com a gourmética Intro - que já dá o tom do que vem pela frente.

Aliás, essa história de colocar som de vento, chuva, trovões e sinos distantes no início da primeira música do primeiro disco foi muito pretensiosa, uma vez que a banda que fez esse efeito na primeira música do primeiro disco foi exatamente a que inventou essa bodega.

Em todas as músicas podemos destacar passagens que são verdadeiras pérolas:

Metal is the law
"Metal Is The Law
The Law Is The Metal
Metal The Law Is
Metal"
(quem nunca ouviu um metal com jogo de palavras?)

Evil papagali
"He's master of hell
And we're
Massacration
He wants to speak
To all the nation "
(rima sem-vergonha...)

Metal massacre attack
"Far away
Across the sea"
(perceberam que alguma coisa sempre vem de algum lugar longe ou de do outro lado do oceano?)

Feel the fire from barbacue
"Fraldinha in gonna burn
(na grelha)
Maminha is gonna burn
(na grelha)
Javali is gonna burn
(na grelha)
In hell you gonna burn
(na grelha)
Burn
Burn!!!!!!"
(no fim, sempre dão um jeito de encaixar alguma coisa sombre o Inferno...)

Metal milkshake
"game over
playstation
atariiiiiaaaaaaaaaaaaaa"
(podia ter escolhido qualquer parte, mas esse finalzinho aí foi foda!)

Ceral metal

"metal makes us strong"
(pegaram um trocadilho legal aqui)

Metal dental destruction
"After all this pain
In hell toy gonna claim
Mad dentist is lelé
You'll be like
Tião Macalé"
(mais uma vez o inferno e uma rima sem-vergonha)

Let's ride to metal land (the passage is r$1,00)
"Right time and right place
Take care don't be late
Or they'll fechate the gate
To promissed land"
(esquema de terra distante e maravilhosa, com direito a portão e embromation)

Away doom
"Ahhhhh!!
Ahhhhh!!
Ahhhhh!!"
(gritos de sofrimento bem comuns)

Metal bucetation
"Hold the gozation
Aaaaaah Ispertation"
(encaixaram bem os gritos aqui)


Há ainda o instrumental, com riffs e solos manjados.

Além dessas, temos ainda The god master e Metal glu glu que são meus argumentos de porque essa banda é de metal genuinamente brasileiro!

Com certeza esse é um CD que vale a pena para qualquer fã do metal interessado em rir dos clichês do gênero, ou, simplesmente, curtir o som da melhor banda de heavy metal do mundo.

E não se esqueçam: Morte ao falso metal. Pratiquem o metal real, adoradores do Deus Metal.

---
Ounvindo: Evil Papagali - Massacration

4 comentários :

Marlon disse...

aff

Lu OlhosdeMar disse...

olha quem eu achei no blogspot gentem....

César disse...

Massacration é a melhor banda de Methaaaaallll do universo, rapá!!!

\m/

Diego Matias disse...

As melhores pra mim são Evil Papagali (impagável) e Let's Ride to The Land of Metal... essa tem o melhor refrão do heavy metal! E a passagem é 1 real!