segunda-feira, 29 de agosto de 2005

Eu me perdi na selva de bits

Uma das coisas que mais faço no meu trabalho são pesquisas na Web. Imagens, textos, músicas, poemas, enfim... Qualquer coisa que estejam precisando:

  • "Qual é mesmo aquela música assim: (cantarola)?"
  • "Que filme era aquele com aquele ator daquele outro filme com o diretor daquele outro?"
  • "Você se lembra do nome daquele pintor daquele quadro famoso daquele estilo?"

Na maioria dos casos, um pouco de conhecimentos gerais resolve ("Tô precisando de uma foto daquele quadro do cara gritando, mas não lembro o nome..."). No entanto, existem pessoas que trazem verdadeiros elos perdidos para serem descobertos ("Aquela música que é assim: lá lálá lá lálálá láaaaa - fora de ritmo"). E o que normalmente acontece é que as pistas são muito vagas e as pessoas se perdem.

Para ajudá-las acabo tendo que fazer uso de uma certa metodologia: perguntas acerca de onde viu/ouviu/leu, que dia, que lugar, que hora, se já havia visto antes ou não, se acha que é famoso ou desconhecido, novo ou antigo... Enfim, vai cercando o Lourenço!

Tá... Mas porque estou escrevendo isso? Não, não é pra me gabar de ser um websurfer - ou seria webbandeirante? - competente, que na maioria das vezes acha o que é solicitado... Ok, ok... Chega. Esse post não é pra massagear o ego. Hehehehe

A idéia é mostrar que os usuarios têm na Web um mundo de informação à sua disposição mas não têm a menor idéia de como conseguí-la. Até mesmo usuários mais de experientes desconhecem ou se atrapalham com os recursos oferecidos pelos mecanismos de busca. Expressões fechadas com aspas, operadores AND e OR (ou os correspondentes em português E e OU) não são conhecidos. Link busca avançada, nem sequer suspeitam que existe.

Esse domingo conheci o ClueSide (Update 25/10: O site ClueSide saiu do ar há algumas semanas.). Um site do estilo riddle. Basicamente, um jogo de charadas. Ele lhe fornece uma imagem, uma legenda que, somados ao título da página, à barra de endereço e ao código-fonte do arquivo, são pistas para desvendar o mistério e passar para o próximo nível. De certa forma me lembrou as tardes que passava jogando Detetive com os amigos. "Prof. Black com o cano na biblioteca!!!"

O legal desse jogo é que por mais conhecimento geral que o indivíduo tenha, ele não terá como passar pela maioria dos níveis sem uma boa dose de mufa queimada e algumas pesquisadas no Google e Wikipédia. Um excelente exercício de uso destas ferramentas Web!

Tenho certeza de que depois de passar por vários níveis desse jogo você saberá alguns macetes de pesquisa na Web e as suas posteriores incursões nessa selva de bits serão bem mais prazerosas.

Ah! Obrigado pela dica do site, Raquel :)

---
Ouvindo: Rob Zombie - Spookshow Baby

4 comentários :

Raquel disse...

1. De nada. Daí você reclama que eu te tirei horas de sono. hehe
2. Achei que seu blog tivesse falido.
3. Esse sistema de comentários é muito complexo.
4. Em que nível você está?

César disse...

Pô Khris! Esse jogo que vc me mostrou é muito sinistro. Não tem como eu chegar nesse nível de conhecimento internético!!! É por isso que eu digo: "Ave Google que está na internet / Santificado seja o vosso click..."

[]'s

Clayton Oliveira disse...

Kris, muito bom seu blog!
Gostei muito do modo em que voce organiza os textos e as imagems. Continue assim (embora eu imagino que deve dar muito trabalho).

Esse sistema de comentarios do Blogger que e bem chatinho...


Clayton Oliveira

Khristofferson Silveira disse...

Obrigado pelo comentário, Clayton.

Legal saber que o blog já foi lido até na Tailândia. Hehehehehe

Olha, não é difícil fazer isso não. O blogger usa um sistema WYSIWYG (lembra dessa aula?) muito legal, inclusive para imagens.

O que dá mais trabalho, mas é legal, é ter que pesquisar as imagens.